Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Convidados’ Category

João Morreu

João morreu, ninguém ouviu
Eu vou distribuir panfletos
Dizendo que João morreu
Talvez alguém se recorde
Do João que falo, eu

(Sandra Mara Herzer)

Anúncios

Read Full Post »

Rainha

Se eu pudesse um dia
Te faria rainha
Rainha do meu ser
Rainha do meu poder
Eu te sentaria no meu trono
Apenas pra ter o prazer de te servir
Te servir em tudo
Acariciar tua pele
Saciar teu desejo
Fazer tuas alegrias
Calar teu silêncio
Ser tua felicidade
Te amaria por toda a vida
Te daria minha vida
E se você não a quisesse
Poderia dar o fim que desejasse
Pois ainda continuaria sendo tua

(Edgar e Sidartha Duque – entre 1988 e 1990)

Read Full Post »

Amanhã

Olhar o amanhã
Faz você se libertar do ontem
Deixar a tristeza de lado
É a única chave do teu caminho
Viver para o presente
É o único modo de crescer
Já é tempo de saber
Que é você quem faz seus sonhos
A hora está próxima
Não é difícil, acredite em você
É teu único direito, liberte-o
É a tua luz, faça-a brilhar
Pois você nunca passará de novo pelo mesmo caminho
E se alguma vez você tropeçar e cair
Terá o consolo de saber que está dando tudo de si
E assim descobrirá
Que poderá vencer

(Suely Poliana Santos Duque – entre 1988 e 1991)

Read Full Post »

Mar

Tudo um mistério
Tudo um canto
Tudo uma beleza
Firmeza contida na água
Algas
Peixes
Frutos
Natureza conhecida pelos sentimentos
Nascer
Viver
Morrer
Continuar sempre em seu leito
Brincar
Voar
Andar sobre sua nascente
Prazer contínua das aves que habitam as margens
Água
Ondas
Mar
Mistérios desconhecidos

Greezy Santos Duque  (entre 1988 e 1991)

Read Full Post »

Meu Medo

Cuidado com o vento
Pois ele pode nos arrastar contra a parede
Nos fazendo acordar
Com a dor amarga
Da perda de nossos sentidos

Cuidado com o sol
Pois ele pode nos fazer recordar
Do dia em que perdemos um amor
Nos derretendo por dentro

Cuidado com a chuva
Pois ela pode nos fazer sentir
A frieza interior
De uma palavra amarga

“Tudo na vida
É motivo de medo
Até mesmo a própria vida”

Cuidado com a escuridão
Pois ela pode nos fazer lembrar
Da morte que nos rodeia
Esperando a hora do embarque

“Tenha sempre a lembrança da luz
Pra se sentir limpa interiormente
E também pra que se sinta
Rodeado de amor por todos os lados”

(Greezy Santos Duque – entre 1988 a 1992)

Read Full Post »

A Perda

Tenho agora vertigens que nunca pensei sentir
Tenho para todo sempre desejos que nunca realizei
Me entregar novamente a você..
E assim, na mais intensa das aventuras
Deixar você sentir minhas veias
Meu sexo sob meu corpo nu
Nossos sonhos realizados satisfazem ânsias
Refletem no espelho do futuro
Lâminas…
Me martirizo ao saber que não escutas mais minha voz
Que ecoa no infinito
Mesmo que o tempo sarasse os cortes
Eu haveria de viver os mesmos sentimentos
Tocar teu corpo
Ver-te deleitar-se me gozo
Pena a dor da perda continuar…
Em sua determinação
Importa tanto
Mas não importa
Você pra mim sempre será
Emoção…

(Raquel C. Stanick, entre 1992 e 1995)

Read Full Post »

Intervalo

Maria, temos visita
Vamos fingir felicidade
A casa organizada
Os sentimentos em ordem
Vamos fingir harmonia
E equilíbrio emocional
Vamos por a empregada de avental
Vamos sorrir serenos
Falar baixo, pisar leve
(Que a paz more conosco)
Mesa posta, flor no vaso
Cerimônia, chá servido
Comentários em geral
_Maria adora… Eu prefiro…
_Você também ? Que engraçado…
É, a vida é mesmo assim
Mas não há nenhum problema
Que não possa ser superado
E depois, etc. e tal
Tudo volta a funcionar
Com a maior perfeição
Todos os gestos medidos
Para dar boa impressão
As coisas dentro dos eixos
O coração no horário
Maria, temos visita !
Tira o jornal do sofá
Guarda a angústia no armário

(Bruna Lombardi)

Read Full Post »

Older Posts »